Últimas Notícias

ARTILHARIA PESADA: GOVERNO SARTORI DEFLAGRA GUERRA CONTRA A SEGURANÇA PÚBLICA


Rafael de Souza Beltrame*

Em resposta a projetos de lei que tramitam na Assembleia Legislativa Gaúcha contra a retirada dos já escassos direitos dos servidores que atuam na SEGURANÇA PÚBLICA do nosso estado, à exemplo da PEC 258 2016, cujo Proponente é o Poder Executivo e está em Tramitação sob o número do processo: 20636.01.00/16-5, que visa extinguir o direito aos adicionais por tempo de serviço; altera o parágrafo 3º e acrescenta o parágrafo 8º ao art. 33 da Constituição do Estado do Rio Grande do Sul e dá outras providências (...), devemos nos engajar, fazer forte oposição e propor, já que a palavra de ordem é "corte de despesas", que sejam REESTRUTURADOS, REVISTOS E AUDITADOS os pagamentos de TODOS OS QUE ATUAM dentro da máquina pública e política do estado. Que sejam revistas e apresentadas à população em uma mais que oportuna profunda AUDITORIA quais são verdadeiramente as regalias, benefícios e mordomias dos deputados estaduais e, em especial, o proposição sem mais desculpas da extinção salário vitalício para o cargo de governador que diz(em) "trabalhar" pelo Rio Grande e após quatro anos de serviços ou desserviço ao povo, com raríssimas exceções de bons resultados, saem de lá com a "vida ganha" e fartos das regalias que sua breve passagem por lá lhes faculta. Na outra ponta estamos todos nós, cidadãos trabalhadores e explorados pelo estado, tendo que sustentar esse modelo nas costas e ainda ter de aceitar que nos retirem os poucos direitos - e de valores ridículos - que possuímos. Este governo já foi desafiado pelos técnicos dos tribunais de contas do estado que são contrários a muitas medidas adotadas e/ou apresentadas por este governo enganador que aí está contra o povo gaúcho. Diante desses achaques e da vilania que impera e trabalha em prol dos próprios interesses ao atender o capital especulativo, conclamo à consciência de cada conterrâneo e trabalhador da iniciativa privada ou pública desta terra, pois somos nós que continuaremos a sofrer com essa "picardia" da classe política-vendida-traidora. Seremos nós os maiores lesados que, mais uma vez seremos penalizados e, ainda sim, continuará pagando esta salgada conta. E tudo isso está na conta dos descalabros daqueles que não honram o povo gaúcho e não tem a decência de cumprir com suas promessas. Devem eles (Deputados, classe política em geral e todos os detentores de portentosos salários e seguido de seus inúmeros "auxílios" para tudo o mais que com "apenas" o próprio salário já seria o suficiente para dar conta), cortar na própria carne a começar pelas regalias que gozam às nossas custas. E ISSO DEVE SER FEITO DE IMEDIATO! É HORA DE DIZER UM BASTA À MÁ GESTÃO EM CURSO DESTE GOVERNO QUE AI ESTÁ E NÃO A RETIRADA DE NOSSOS DIREITOS! É momento de mostrarmos nossa força e união! Não a retirada de mais um direito sequer!!! EXIGIMOS O FIM IMEDIATO DAS AMEAÇAS TEATRAIS DE PARCELAMENTO DOS SALÁRIOS DO SERVIDORES DO EXECUTIVO. BASTA!!! Este governo que aí está não respeita e não cumpre as decisões do judiciário. Merece ele alguma obediência?!
__________________________________________________________________________

*Sobre o autor: Beltrame é servidor público estadual, há 17 anos, vice-presidente da Associação de Cabos e soldados de Pelotas, Pós graduado em Segurança Pública, Bacharel em Direito.