segunda-feira, janeiro 19, 2015

Pressão Popular: Sartori e vice renunciam aumento
Associação de Cabos e Soldados PM JAR12:40 0 comentários

 
"Julgo o recuo importante. Acredito que ouvi a voz dos gaúchos, que é a mais importante." Comentou.

A pressão observada principalmente nas redes sociais forçaram o Governador José Ivo Sartori (PMDB) a voltar a trás em sua decisão de reajustar seu salário  - embora depois de aprovado o projeto de aumento tenha virado lei - Como ele irá fazer para mudar a lei ainda não foi informado. Os vencimentos do governador beiram os R$ 17 mil e com o aumento dos valores, o governador e os parlamentares passariam a receber R$ 25.322,25 — isso significa uma correção de 45,97% para o chefe do Executivo e 26,34% aos deputados. O vice-governador e os secretários teriam vencimentos de R$ 18.991,69 (64,22% de correção). A última revisão do vencimento dos deputados havia sido em 2010. Já governador, vice e secretários tiveram reajuste mais recente em 2008.

Redes Sociais a dor de cabeça do governo

Protesto contra o decreto do Governo de "congelar" as nomeações
de concursos públicos por um período de 6 meses
.
As redes sociais  em especial o Facebook, tem sido a dor de cabeça do Governador Sartori. O engajamento que o Facebook possui faz com que um número crescente de pessoas reproduzam um determinado assunto, por exemplo, o congelamento das nomeações dos aprovados em concursos públicos como os da Brigada Militar, Bombeiros e Policia Civil, gerou uma avalanche de críticas ao Governo do Estado e despertou a ira não só dos aprovados mas também da sociedade. 
Existem diversos "Eventos" criados no Facebook convidando as pessoas a protestarem contra as medidas adotadas pelo governo, um desses eventos ocorrerá amanhã em Porto Alegre às 9h da manhã em frente ao Palácio Piratini.

Opinião:
As redes sociais desempenham um papel fundamental para sociedade, quando usadas de forma inteligente. O governo costuma monitorar o termômetro das redes após tomar algumas medidas, foi o caso recente do reajuste dos salários dos deputados, secretários, governador e vice, a sociedade gaúcha protestou de forma firme nas redes sociais e o Governador voltou a trás. Agora só resta aguardar uma posição similar com os aprovados nos concursos da Brigada Militar, Bombeiro e Policia Civil.

Sobre o autor Anderson Rodrigues é Bacharel em Comunicação Social e graduando em Letras - Revisão e Redação de textos.

0 comentários

Postar um comentário

Sua opinião nos motiva a melhorar mais e mais!