segunda-feira, agosto 06, 2012

A Segurança Pública e a Copa de 2014
Associação de Cabos e Soldados PM JAR09:35 0 comentários

Dagoberto Valteman 2º Sgt RR BM


Quando o negócio é escrever, juntar palavras ou fazer algum texto cujo tamanho exceda o de uma frase não sou muito bom e também não tenho muita paciência. Mas o que fazer quando se está acostumado a acordar as 2 ou 3 horas da manhã? Arriscar, entre um chimarrão e outro correr o risco de cometer algumas gafes na língua portuguesa. Pois bem estava eu aqui pensando e tirando algumas conclusões que podem tanto estar certas quanto erradas; vamos aos fatos de Criação de UPPs e de invasão das favelas do Rio de Janeiro pelo Exército: Na minha época de menino não me lembro da necessidade de uso das Forças Verde Oliva para combater a criminalidade e manter a ordem. As polícias, professores, pessoas de mais idade, todos enfim se respeitavam entre si e eram respeitados. Será erro de interpretação de algumas leis criadas para fazer politicagem que nem o famigerado ECA que segundo alguns desautoriza qualquer pai a dar um safanão educativo no próprio filho? Bater espancar também sou contra, mas um castigo de leve ensina o caminho certo. Mas voltando ao Exército, analisemos friamente os fatos tais como criação de UPPs, invasão de favelas e chegaremos à conclusão que com a soma de tudo isso se chega ao resultado puro e simples, Copa do Mundo de 2014. O Brasil quer demonstrar ao mundo uma segurança pública que não possui. E o tiro pode sair pela culatra. O que possuímos em todos os Estados é uma polícia com falta de efetivo e possuidor de armamentos ultrapassados, mal pagos e, portanto descontente com os seus governantes. Embora não valorizados pelos governantes os policiais civis e militares honram a profissão, e se mais não fazem é porque não lhes é permitido pela carência de material humano e até de equipamentos resultando assim na prestação de um serviço mínimo para a população gerando reclamações e insatisfação geral. Meu último pensamento me deixou deveras assustado; e se debaixo das cortinas surgirem conspirações? Alguém já pensou o que acontecerá se esse descontentamento geral de todas as polícias com os seus salários provocar uma greve nacional exatamente na Copa de 2014? O Plano de Segurança do Governo vai por água abaixo. Valha-me Deus!!!!!!!!.

Texto de autororia de:
Dagoberto Valteman 2º Sgt RR BM
Jornalista-Registro DRT 15.265
Sobre o autor Anderson Rodrigues é Bacharel em Comunicação Social e graduando em Letras - Revisão e Redação de textos.

0 comentários

Postar um comentário

Sua opinião nos motiva a melhorar mais e mais!