terça-feira, setembro 13, 2011

PEGUE300? FERPMBM reunirá policiais para decidir sobre a proposta do Governo.
Anderson Rodrigues11:14 1 comentários

Por: Anderson Rodrigues

O Presidente da FERPMBM, Soldado da Brigada Militar João Domingues participou da reunião na tarde de segunda(12) com o  os secretários da Casa Civil, Carlos Pestana, da Segurança Pública, Airton Michels, da Coordenação de Assessoramento Superior do Governador, Flávio Koutzii, e as direções das entidades de classe Associação Beneficente Antonio Mendes Filho (ABAMF) e Associação dos Sargentos Subtenentes e Tenentes da Brigada Militar (ASSTBM). Segundo Domingues a categoria esperava mais do governo, a Federação das Entidades Independentes Representativas dos Praças de Nível Médio (FERPMBM) não decidiu se aceita a proposta, pois , será preciso ouvir os Brigadianos da base promovendo reuniões nas entidades federadas. 

No cartaz abaixo está o convite para a reunião que decidirá qual será a postura da FERPMBM frente a proposta do governo.


Veja a Proposta do Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Ampliação do vencimento básico da categoria de R$ 1.246,00 para R$ 1.546,00 por meio de pagamento de abono de R$ 300,00 para todo o quadro de ativos e inativos, o que representa um reajuste de cerca de 25% para os soldados (R$ 140,00 a serem pagos em out/11 e R$ 160,00 em abr/12), com o compromisso de incorporação do abono ao piso da categoria até 2014; 
- criação de 1.200 vagas para promoções (atualmente, há apenas 135 vagas). 

O presidente da ABAMF Soldado Leonel Lucas manifestou contentamento com o abono , veja o trecho extraído da página do Correio do Povo 12/09/2011 16:48 - Atualizado em 12/09/2011 17:34 :
Para o presidente da Associação de Cabos e Soldados, Leonel Lucas, o valor é considerado satisfatório e resta avaliar o calendário das incorporações e as promoções – a categoria entende que 5 mil policiais devem ser promovidos. Ambos os temas serão tratados em uma nova reunião nesta quinta-feira.
Em relação aos recentes protestos realizados por policiais militares, Lucas disse: "A gente quer que eles parem, mesmo porque está havendo avanços com o governo do Estado".   

A produção do Blog da ACSJAR tentou acessar a página da ABAMF e da ASSTBM para conferir o posicionamento das duas entidades, mas os sites estavam sobre carregados. Na sede da Associação de Cabos e Soldados  registramos o descontentamento de inúmeros policiais militares indignados com a proposta do Governo gaúcho. Esse descontentamento generalizado, e segundo fonte do correio do povo, ignorado pelas entidades de Porto Alegre trouxe a tona um movimento que satiriza a PEC300 (Projeto de Emenda Constitucional que criaria um piso nacional para as policias do Brasil), surgiu agora o PEGUE300 uma alusão ao abono de R$ 300,00 proposto pelo governo.









Categoria:
Sobre o autor Anderson Rodrigues é Bacharel em Comunicação Social e graduando em Letras - Revisão e Redação de textos.

1 comentários

Postar um comentário

Sua opinião nos motiva a melhorar mais e mais!