terça-feira, agosto 23, 2011

Feira de tecnologia no Rio mostra as novidades para segurança pública
Associação de Cabos e Soldados PM JAR04:45 0 comentários

Entre as novidades está o primeiro robô com sistema defensivo fabricado no Brasil, que atua em situações de alto risco civil e militar.


No Rio de Janeiro, uma feira mostra novidades em tecnologia de segurança. É uma feira com produtos e serviços de 105 empresas que atendem a um mercado específico: forças policiais e militares que lidam com segurança pública.

Uma das novidades parece herança de ficção científica. É um computador móvel portátil que opera através do comando de voz. O aparelho inclui uma pequena tela para a visualização de imagens e documentos salvos na memória do dispositivo. Por meio de um computador, um agente pode saber em tempo real o que se passa em uma área coberta por câmeras de segurança e assim organizar melhor uma operação.

“É novidade no mundo todo. Acabamos de trazer e essa é a primeira vez que ele está no Brasil”, contou um participante da feira.

A Universidade Federal Tecnológica do Paraná (UTFPR) desenvolveu o sistema biométrico para identificação através de impressões digitais e da íris de pessoas previamente cadastradas. A tecnologia está sendo utilizada em seis estados brasileiros para emissão de carteiras de identidade, de habilitação e para cadastramento da população carcerária.

Uma proposta brasileira para um equipamento defensivo que pode ter também uso militar e civil. É o primeiro robô do gênero fabricado no Brasil. Dois jovens técnicos em informática desenvolveram o robô, feito de aço inoxidável, com algumas peças de alumínio e rolamento de borracha, que opera por controle remoto em situações de alto risco que tem como objetivo: “Desarmar explosivos, levar equipamento de raios-X até uma bagagem suspeita, tirar imagens dessa bagagem”, contou Marco Aurélio da Silva, técnico em informática.

Segundo o consultor de segurança Eduardo Jany: “Ele não é só uma arma contra explosivos, o braço também pode ser manipulado. Temos sucesso com pessoas que queriam se suicidar e foi possível extrair a arma da pessoa. É uma maneira barata que evita a morte”, disse.


Fonte: http://g1.globo.com/bom-dia-brasil/noticia/2011/08/feira-de-tecnologia-no-rio-mostra-novidades-para-seguranca-publica.html


Categoria: ,
Sobre o autor Anderson Rodrigues é Bacharel em Comunicação Social e graduando em Letras - Revisão e Redação de textos.

0 comentários

Postar um comentário

Sua opinião nos motiva a melhorar mais e mais!